quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Sawu bona! Sikhona! (Primeira oração do ano - 2015)


Sawu bona! Sikhona! (Primeira oração do ano - 2015) - MG

"Tu és o Deus que (nos) vê!" Gen 16:13 - Estamos aqui!

* Em certas tribos do Natal, na África do Sul, o principal cumprimento é a expressão Sawu bona, que quer dizer "eu vejo você". As pessoas assim saudadas respondem dizendo Sikhona, que significa "eu estou aqui". Ou seja: começamos a existir quando o outro nos vê.

Tu és o Deus que nos vê e nossa existência é confirmada pelo Teu olhar. 'Vemos' Tua face'.  Oh, Santa delicia: Sawu bona!  'Vemos Tua face'  e estamos aqui.  Sikhona: 'estamos aqui!' Nossa origem se dá no fragmento temporal em que nos percebemos contados por Tua mercê.  
Tu és o Deus que nos vê e redime de sermos negados.  Tu és o Deus que nos vê e imuniza contra os males da apropriação do olhar pela cultura dominante (laica ou religiosa), ofuscante  e predadora do espírito.  
Tu és o Deus que nos vê e inspira para lá de concretudes e literalidades.  O Deus que nos vê, incita intimidade e fertiliza o conversar.  O Deus que não reprime aquilo que, sem a imaginação, estaria fora de 'alcance'.
Tu és o Deus que nos convida à responsabilidade e a não rendição, posto que não nos cabe o imprudente papel de vítimas indefesas da história, o Deus que nos con-vida à amizade e parceria.
Tu és o Deus que nos vê, e estamos aqui!  Sawu bona!  'Vemos Tua face'  e estamos aqui!
 Sikhona: 'estamos aqui!' Nossa origem se dá no fragmento temporal em que nos percebemos contados por Tua mercê.  Miguel Garcia - (Primeira oração do ano - 2015) - Vassum Crisso


Nenhum comentário: